Análise de concorrência no e-commerce, você sabe fazer?Aprenda

Com a internet, as empresas viram a grande possibilidade de ofertar seus produtos para qualquer pessoa no mundo, em qualquer hora. Esse é um ganho enorme, representa maior alcance, conhecimento da marca e aumento significativo das vendas.Mas, e a concorrência? Se você tem um negócio local, seus concorrentes provavelmente são aqueles da região. Como é a concorrência no e-commerce, então?

Se você ficou curioso e quer saber mais sobre o assunto, confira nosso post!

Qual é a importância da concorrência nos negócios?

Nosso post de hoje tem o objetivo de mostrar as maneiras de fazer uma boa análise da concorrência no e-commerce, mas antes disso, vale a pena pensarmos no papel e importância dos concorrentes em qualquer negócio.

Se uma empresa diz que não tem concorrentes, isso pode ser um mau sinal. Talvez ela não esteja analisando corretamente, sem visualizar as outras empresas. Ou então o mercado que ela atua não é tão interessante, ao ponto de que outros empreendedores se recusam a investir.

A concorrência gera motivação. As empresas buscam, diariamente, novas ideias, métodos de vendas, melhorias nos produtos ou serviços, tudo isso para ganhar a preferência dos consumidores.

Um belo exemplo de concorrência é entre a Mercedes e BMW. Recentemente a BMW completou 100 anos e a Mercedes criou uma campanha parabenizando a rival, com um leve tom provocativo. O texto era o seguinte: “Parabéns pelos 100 anos de competência. Os 30 anos anteriores foram um pouco chatos”. A Mercedes reconhece a potência da rival, mas lembra que tem 3 décadas a mais de mercado.

Como analisar a concorrência no e-commerce?

A análise dos concorrentes não é uma tarefa fácil. Geralmente, as empresas não vão fornecer as informações facilmente. Por isso, siga as dicas que vamos expor.

1. Defina quais são seus concorrentes

É importante definir qual é sua concorrência no e-commerce. Como dissemos, online se torna fácil oferecer os produtos para um público maior, sem limitação regional. Então, é preciso avaliar bem quem oferece o mesmo tipo de produto ou serviço que sua empresa.

Porém, tenha atenção com um ponto. Dependendo do produto oferecido, a quantidade de concorrentes pode ser muito grande e analisar cada um pode se tornar uma tarefa bastante complexa. Então, separe as empresas que realmente dividem o mercado com você, que podem influenciar significativamente nas suas vendas.

2. Entenda como a concorrência trabalha

Depois que definiu seus concorrentes, você precisa avaliar como eles trabalham e o que eles oferecem. Uma boa forma é ter a experiência do usuário com eles. Ou seja, entre no site, busque informações e faça uma compra, tudo como se você fosse um consumidor comum.

Avalie cada ponto, desde a busca orgânica por palavras-chave, a fluidez do site, design, se todas as informações necessárias foram localizadas e a facilidade em realizar uma compra. Anote tudo isso e crie notas de avaliação de acordo com cada ponto analisado.

3. Não entre em guerras de preço

A guerra de preço não é benéfica para a empresa. Simplesmente reduzir seu preço para ganhar a preferência do consumidor te coloca refém do mercado, pois você terá que acompanhar as reduções futuras.

Além disso, um preço muito baixo gera desconfiança nos consumidores. Eles podem inferir que se trata de um produto com baixa qualidade. O ideal é praticar preços justos e competitivos.

4. Crie vantagens para sua empresa

Você já identificou todos os concorrentes, analisou cada ponto e não entrou em guerras de preço. Ótimo! Agora, o próximo passo é criar diferenciais para sua marca. Avalie cada ponto e pense em maneiras de superá-los.

Lembre-se: a grande chave para fidelizar um cliente é superar suas expectativas. Então, vá além daquilo que eles esperam e surpreenda-os.

Quais ferramentas utilizar para analisar a concorrência no e-commerce?

Os quatro passos que listamos anteriormente mostram, de forma geral, como analisar a concorrência. Porém, pela dinamicidade exigida no e-commerce, é preciso utilizar algumas ferramentas específicas. Além de facilitar o trabalho, elas trazem dados mais específicos e valiosos.

Antes de mais nada, é preciso saber que para analisar uma concorrência, primeiro, é preciso conhecer bem sua empresa e seus dados. Uma ótima ferramenta é o Atlas. É um software de inteligência para e-commerce capaz de prever resultados e otimizar as vendas. Possibilita o controle e tomada de decisões assertivas a partir de dados de Marketing, Vendas, Logística, Comercial e outros.

É importante utilizar essa ferramenta para extrair o máximo de resultado daquilo que você já tem disponível.

Para a análise da concorrência no e-commerce, duas ferramentas se destacam: SimilarWeb e SemRush. Ambas trabalham com métodos comparativos e possibilitam avaliar o desempenho do seu site perante os concorrentes:

  • O SimilarWeb mostra informações como a localização geográfica dos usuários, visitas vindas de outros sites, navegações a partir de buscadores, monitoram as redes sociais, o interessa da audiência, a concorrência, entre outros dados;
  • O SemRush é uma ótima ferramenta para análise de palavras-chave. Com ele, é possível mensurar o posicionamento no Google, analisar quais são as melhores palavras-chave e o valor de cada uma.

Conclusão

No mundo dos negócios, é essencial entender a importância da concorrência. O que ela gera, como ela impacta nos seus negócios e suas melhores práticas. A concorrência no e-commerce é natural, visto a facilidade com que a internet permite criar um negócio online.

É preciso definir seus concorrentes, entender como eles trabalham, como oferecem seus produtos, a maneira que resolvem os problemas.

É muito importante ter bem alinhado com toda sua equipe que não é saudável entrar em disputas de preços, que isso só traz diminuição da margem de lucro e pode causar um efeito negativo para a reputação da marca. Após isso, crie pontos que diferenciem sua empresa e que atraia o público.

Para fazer a análise da concorrência no e-commerce, utilize as ferramentas disponíveis no mercado. Elas vão otimizar suas ações e buscar dados mais concretos, valiosos, possibilitando a criação de um plano de ação em cima deles.

Gostou do nosso conteúdo sobre a análise da concorrência no e-commerce? Então, compartilhe nosso artigo em suas redes sociais e passe esse conhecimento para seus amigos!

Deixe seu comentário

Equipe Atlas

Democratizando a Business Intelligence com Atlas.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *