Custos no e-commerce – Guia inteligente para redução

Com um mercado tão competitivo, várias empresas estão adotando o e-commerce como a principal modalidade de vendas. Afinal, esse formato de loja é cheio de benefícios, com atrativos para o lojista e também para o consumidor. Com boas dicas e orientações você ainda pode reduzir custos no e-commerce e aumentar o seu lucro a cada dia.

Se você quer conhecer as melhores formas economizar no e-commerce, confira nosso post de hoje! Boa leitura!

Como reduzir os custos no e-commerce?

Criar e manter uma loja virtual demanda muito planejamento e acompanhamento. Afinal, a gestão de e-commerce deve analisar vários aspectos. Cada setor é uma engrenagem de uma peça maior e essa só funciona bem se todas as engrenagens estiverem alinhadas e efetivas.

Se por um lado a quantidade de operações para a gestão do e-commerce pode parecer um complicador, por outro elas podem ser consideradas como oportunidades. Veja como reduzir custos no e-commerce em cada setor!

1. Logística

O processo de envio e entrega do produto deve ser um ponto de atenção. Os consumidores confiam que sua compra será entregue dentro do prazo estabelecido, com os objetos em perfeito estado. Para atender às expectativas dos seus clientes e ainda economizar, as dicas são:

1.1. Tenha um estoque centralizado

Essa opção consiste em manter seus produtos em um só lugar. A vantagem é que o controle fica mais fácil e barato. Em uma opção descentralizada, por exemplo, você precisará de uma equipe maior para controlar o estoque, aumentando o seu custo.

1.2. Faça parcerias com empresas de logística

No mercado, existem várias empresas especializadas em serviços de entrega. Um ótimo exemplo é a Mandaê. Ela analisa a melhor transportadora para enviar o pedido, observando o menor custo entre empresas de confiança. Essa companhia de logística faz a coleta do produto, embala e o entrega para a transportadora — ou seja, faz o ciclo completo.

1.3. Negocie o agendamento de rotas

Quando você utiliza entregadores, pode ficar muito caro ir em um determinado local só para fazer uma entrega, o que pode reduzir muito a sua margem de lucro. Tente negociar com seus clientes a possibilidade de agendar a entrega.

Assim, você pode criar rotas inteligentes, otimizando o processo. Além desse ganho, o cliente ficará satisfeito se souber exatamente quando o seu pedido chegará.

1.4. Tenha um contrato com os Correios

Os Correios têm credibilidade no mercado e oferecem diversas modalidades de frete. Firmando um contrato com uma das agências espalhadas pelo país, você tem desconto no envio dos produtos, além de poder negociar a retirada dos pedidos na empresa.

2. Marketing

O marketing é um setor muito importante para um e-commerce. Ele é responsável por buscar novas oportunidades e aumentar o conhecimento da marca. Há várias formas de reduzir o custo neste setor. Veja algumas:

2.1. Utilize o e-mail marketing

Essa uma das técnicas mais antigas de marketing, mas ainda é uma das mais eficazes. O segredo é manter contato com clientes potenciais e oferecer benefícios exclusivos aos leitores.

Tenha cuidado com a frequência de envios para não incomodar e perder clientes. Essa técnica, além de ter um ótimo retorno, é barata, visto que o investimento necessário é praticamente nulo.

2.2. Faça marketing de conteúdo

Cada vez mais os consumidores buscam por informações relevantes. É preciso informar o cliente, oferecer conhecimento. Isso traz alta confiabilidade e torna a empresa uma referência no assunto.

Essa é uma forma de expandir a marca com baixo investimento, visto que a sua principal atividade é pesquisar muito e escrever matérias relevantes para o público-alvo.

2.3. Utilize as redes sociais

É difícil encontrar alguém que não esteja em, pelo menos, uma rede social. Todos nós gastamos uma boa parte do tempo acessando as informações e curiosidades que são postadas pelos amigos e pelas marcas que seguimos.

Há ferramentas nas redes sociais que são pagas e que oferecem um retorno muito interessante. No entanto, é possível utilizar as redes sem fazer investimentos e obter ótimos resultados. O Facebook, por exemplo, é um importante — e gratuito — canal de comunicação da empresa com seus clientes.

2.4. Invista no marketing de recomendação

Quando um cliente fica satisfeito com um produto ou serviço, tendo suas expectativas atendidas ou superadas, ele passa a indicar a marca e até a defendê-la. Essa é uma ótima forma de ganhar credibilidade.

Para isso, priorize cada interação com os consumidores, procure conhecê-los para saber de seus interesses e problemas. Atender bem à demanda dos seus clientes e propor sempre as soluções certas no momento certo é uma excelente maneira de ser propagandeado por eles a partir do marketing boca a boca.

3. Parcerias

Para o crescimento de uma empresa, é muito importante que ela estabeleça parcerias interessantes. Veja 4 dicas para firmar boas parcerias e reduzir custos no e-commerce.

3.1. Trabalhe com o estoque do fornecedor

Alguns itens podem ter um alto valor e baixa saída. Nesses casos, é interessante negociar com os fornecedores para trabalhar com o estoque externo, anunciando o produto e fazendo o pedido de fornecimento somente após uma compra. Isso evita a descapitalização de um alto valor.

3.2. Anuncie em marketplaces

Anunciar em um marketplace é muito interessante, principalmente para empresas que estão começando. Essa é uma possibilidade de colocar seus produtos em grandes canais de distribuição e de gerar alta visibilidade com baixo custo.

3.3. Faça comarketing

Comarketing diz respeito à prática de criar campanhas de marketing em conjunto com outra empresa, mesmo que ambas tenham o mesmo público-alvo. Essa é uma forma de dividir o custo desse investimento e de alcançar um público que jamais seria alcançado em ações de marketing separadas.

3.4. Faça guest posts

“Guest post” ocorre quando um convidado cria um artigo para um site que não é dele. Ocorre quando você pede a uma referência de um determinado assunto para criar um post para o blog de sua empresa, por exemplo.

O interessante é fazer uma troca. O convidado faz um post para seu site e você cria um para o site dele. Assim, o público do blog dele entra em contato com a sua marca e vice-versa.

4. Financeiro

Esse setor apresenta ótimas oportunidades para reduzir custos no e-commerce. Confira!

4.1. Crie promoções

Planejar promoções pode aumentar as vendas em um curto prazo. Além disso, pode trazer novos clientes e estabelecer novos negócios. Você pode oferecer frete grátis em compras a partir de um determinado valor, por exemplo.

4.2. Conheça e prepare-se para os períodos de baixa

Praticamente todos os negócios têm períodos ruins. É importante conhecê-los e antecipá-los, tomando algumas medidas para suavizar os efeitos. Você pode programar promoções ou segurar alguns investimentos nesse período conhecido, por exemplo.

4.3. Pesquise os facilitadores de pagamento

Os facilitadores de pagamento vão dar opções diversas ao e-commerce para que seus clientes façam o pagamento. Cada facilitador tem sua taxa de cobrança. É importante analisar cada taxa e quais são os diferenciais oferecidos.

4.4. Invista em tecnologia

É muito interessante investir em softwares que vão ajudar na análise dos dados do e-commerce, possibilitando estratégias mais assertivas. Um bom exemplo é o Atlas, um software de inteligência capaz de prever resultados e otimizar as vendas.

Ele possibilita o controle e a tomada de decisões assertivas a partir dos painéis de marketing, vendas, logística, comercial e mais.

Todas as áreas dentro de uma empresa são de extrema importância, entretanto a financeira é crucial, ainda mais no e-commerce. Uma das melhores ferramentas online de Gestão Financeira para E-commerce é o Conta Azul. A ferramenta conta com diversas funcionalidades:

  • Plano de Contas
  • Integração Bancária
  • Contas a pagar
  • Contas a Receber
  • DRE Gerencial

Essas são só algumas funcionalidades do ContaAzul, a empresa atualiza o Blog ContaAzul diariamente com informações diárias referente ao mercado e-commerce.

O e-commerce apresenta diversas vantagens e qualidades. Ele é uma forma eficiente de construir um negócio rentável, atingir um grande público e manter um baixo custo operacional. Afinal, várias ações podem reduzir custos no e-commerce e tornar o negócio mais rentável.

Analise cada um dos pontos listados neste artigo e aplique-os no seu negócio. O resultado será visto no lucro da empresa! Agora que você já sabe como reduzir custos no e-commerce, confira o nosso material sobre as métricas que você precisa monitorar e saiba tudo sobre o assunto.

Deixe seu comentário

Equipe Atlas

Democratizando a Business Intelligence com Atlas.

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. 21 de agosto de 2017

    […] do costume que o cliente tem de parcelar as suas contas, faz com que as marcas possam explorar as promoções de maneira mais eficiente. Negociações de taxas com diferentes gateways também estão inclusas […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *