E-commerce Radar 2017: Destaques do e-commerce brasileiro

e-commerce brasileiro continua em alta. Mesmo com o cenário de crise, o mercado cresce e se desenvolve. Graças a percepção do consumidor de que comprar online é mais barato, mais cômodo e tem mais variedade de produtos.

Nesse post iremos te mostrar os principais destaques do e-commerce brasileiro no primeiro semestre de 2017. Confira:

Acessos via dispositivos móveis

Com o aumento da penetração de smartphones, a parcela de compras por dispositivos móveis cresceu.  De 22% para 31% entre 2016 e o primeiro semestre de 2017.

As categorias com as maiores parcelas de pedidos por desktop são Eletroeletrônicos, Acessórios Automotivos, Livraria .

e-commerce radar1 e-commerce radar2e-commerce radar3

Já as categorias com as maiores parcelas de pedidos por dispositivos móveis são Moda Íntima, Tabacaria e Sex Shop.

  e-commerce radar5  e-commerce radar6e-commerce radar7

Algumas categorias possuem um comportamento predominante de pesquisa.  Via dispositivos móveis com efetivação da compra no desktop, são elas: Bebês e Crianças, Calçados e Acessórios, Farmárcia, Games, Moda e Acessórios e Pet Shop.

Participação por Gênero

e-commerce radar8

A participação dos gêneros demonstrou maior equilíbrio que no ano passado, mas a parcela do público feminino continua maior que do masculino, com 50,1%.

As categorias com clara predominância feminina são Alimentos e Bebidas, Bebês e Crianças, Beleza.  Brinquedos, Calçados e Acessórios, Cama, Casa, Farmácia, Floricultura, Livraria. E Magazine, Material escolar, Materiais Artísticos, Moda e Acessórios, Moda Íntima, Ótica e Acessórios e Pet Shop.

e-commerce radar11  e-commerce radar9e-commerce radar10
Enquanto o gênero masculino tem predominância nas categorias Acessórios Automotivos, Ferramentas, Games, Tabacaria. Materiais para construção, Saúde Bem-Estar e, principalmente, Eletroeletrônicos, que tem um peso relevante nas vendas gerais e, por isso, equaliza a balança dos gêneros.
e-commerce radar12  e-commerce radar13e-commerce radar14

O público masculino representa mais de 60% das vendas em apenas 4 categorias contra 17 categorias com público majoritariamente feminino.

71% das categorias estudadas tem predominância feminina nas transações.  Esse dado é interessante pois os gerentes de e-commerce costumam se balizar pelo resultado geral de participação de vendas. A distribuição nacional, quando a proporção em determinadas categorias são muito distintas, alterando por completo os focos de investimentos.
e-commerce radar15

 Taxa de conversão do e-commerce brasileiro

A taxa de conversão média do e-commerce brasileiro caiu de 1,6% para 1,3%, impactado pelo aumento dos acessos via dispositivos móveis. Na qual ainda tem menor efetividade em vendas.

É evidente que o poder aquisitivo do estado influencia diretamente a performance de conversão das lojas. Rio de Janeiro e Santa Catarina são os estados com a maior taxa de conversão, ambas com 1,8% no 1º semestre de 2017. Apesar de São Paulo liderar em volume de pedidos e de acessos às lojas virtuais, está em 6º na análise de taxas de conversão, com a média de 1,3% no semestre. Sul é a região com a melhor taxa de conversão média,de 1,5%, seguido do Sudeste com 1,3%, Centro-oeste com 1,2%, Norte com 1,0%. Nordeste tem a menor taxa de conversão, com 0,8%.

taxa-conversao

A taxa de conversão média superior da região Sul impacta positivamente nas vendas dos varejistas que investem nessa região, com captação de clientes por meio de estratégias de marketing geolocalizadas. A alta taxa de conversão do Rio de Janeiro impressiona, demonstrando um comportamento notoriamente mais multicanal, com o processo de pesquisa acontecendo de forma sinérgica entre o online e o offline e com forte interação final no funil de vendas acontecendo no ambiente online.
e-commerce radar16

Top cidades

e-commerce radar17

As cidades de São Paulo e Rio de Janeiro representam sozinhas 35% das vendas e 27% do tráfego. O comportamento de navegação mais objetivo dos consumidores da cidade do Rio de Janeiro é evidente ao analisar a parcela de pedidos de 13,5% e de visitas de 7,69%, impactando na taxa de conversão.

Expandir as vendas do e-commerce além do eixo São Paulo e Rio de Janeiro é um dos maiores desafios desse mercado atualmente. Custos de frete e tempo de transporte são grandes empecilhos para a conversão de algumas regiões. Para incentivar novos mercados é necessário, além de sempre buscar fornecedores mais eficientes, direcionar campanhas a determinadas regiões para aumentar o “brand awareness” e reduzir o impacto dos desafios logísticos, viabilizando uma melhor distribuição das vendas entre as regiões.

e-commerce radar18

O abandono de carrinho

abandono de carrinho  é considerado um dos maiores pesadelos para qualquer empreendedor do ramo de e-commerce. Isso principalmente pela questão óbvia do quanto ele representa monetariamente caso a compra fosse finalizada e pelo fato de, muitas vezes, não ser possível entender o motivo de sua existência — eliminando a possibilidade de aplicar melhorias de forma eficiente.

Mais de 82% dos carrinhos gerados no e-commerce brasileiro são abandonados. O que destaca grande margem para melhorias.

Abandono de carrinho é um pesadelo para qualquer tipo de e-commerce. O que muita gente ainda não entendeu é que um bom atendimento pode reverter esse jogo. Disponibilizar informações por meio de um atendimento automático ou chatbots é um passo importante e que pode diminuir suas taxas de abandono. Providenciar um operador para atender via Chat no momento exato da compra, com o objetivo de tirar as dúvidas mais complexas dos consumidores, também pode reduzir drasticamente a sua preocupação com esse pesadelo.

Albert Deweik

Formas de pagamento

e-commerce radar20

Seguindo o comportamento dos últimos anos, o cartão de crédito desponta como líder em opção de meio de pagamento, totalizando mais de 60,07% dos pedidos captados e também em maior taxa total de aprovação entre as categorias com 87%.

A forte cultura de parcelamento do brasileiro permite que marcas possam trabalhar preços e promoções de maneira mais atrativa, o que pode favorecer em melhores negociações de taxas com diferentes gateways. Por outro lado, temos também parte de clientes que optam pelo uso do boleto para compras à vista em vez de comprometerem suas contas com pequenas parcelas que ao final do mês representam boa parte de seus gastos.

Visando o aumento da taxa de conversão é fundamental.  As marcas oferecem o máximo de opções de meios de pagamento para o consumidor ter opções na hora do fechamento. Também é importante analisar o comportamento de compra ao longo dos dias do mês.  E meses do ano para compreender os melhores períodos para fazer uma promoção ou mesmo quando potencializar as vendas com determinado meio, oferecendo uma condição especial, por exemplo.

e-commerce radar21

Frete Gratuito

34,5% dos pedidos captados no 1º semestre tiveram fretes gratuito. A categoria com maior dependência dessa estratégia foi Eletroeletrônicos, com 56,1%.

Historicamente, no mercado brasileiro, o frete gratuito foi uma forma de incentivar as vendas. Hoje seu percentual diminuiu drasticamente. É visível como cada categoria usa essa forma de incentivo de vendas de formas distintas. A média geral é de 29,8% mas com picos de 56% em Casa, por exemplo.

Quer mais informações gratuitas sobre o e-commerce brasileiro? Acesse o estudo completo clicando aqui!

Deixe seu comentário

Você pode gostar...

2 Resultados

  1. 11 de agosto de 2017

    […] os números de aquisições do e-commerce brasileiro as vendas online ainda tem a concentração de um público mais jovem. Que estão situados na […]

  2. 14 de agosto de 2017

    […] Os gêneros dos consumidores também sofrem influência direta no perfil dos consumidores de e-commerce. Confira agora o estudo mais detalhado que preparamos e entenda melhor a transformação do e-commerce brasileiro. […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *