11 Boas Práticas de E-commerce: Links patrocinados

Os links patrocinados são importantes para as estratégias do seu e-commerce, porém existem maneiras corretas de fazer o uso dessa técnica. Por isso, criamos o manual de boas práticas de e-commerce com as dicas fundamentais para quem tem um comércio eletrônico.

links patrocinados

#1 – Use SEO (Search Engine Optimization) e Links Patrocinados JUNTOS

Você deve fazer o uso conjunto dessas duas estratégias para melhorar as referências de páginas de pesquisa. SEO (Otimização para os motores de buscas) e Links patrocinados possuem vantagens e desvantagens. Juntos, ocorre a criação de uma estratégia efetiva que deve ser construída em conjunto de cada disciplina. É comum combinar impressão, rádio e televisão em publicidade “offline”. Conforme esse paralelo, a sua estratégia de marketing digital para e-commerce deve usar ambos.

#2 – Frequentemente realoque parte do seu orçamento para SEO e Links Patrocinados

É recomendado que você divida seu orçamento para SEO e Links patrocinados. Essa divisão pode ser 80/20, 50/50 ou 20/80 porém essa escolha é totalmente pessoal e das palavras-chaves que seu e-commerce está incluso. É essencial que as campanhas tenham sempre seu desempenho analisado com profundidade para que, com isso, seja possível fazer um reajuste de orçamento adequado. Nunca deixe sua campanha rodar em otimização e sem reajuste de orçamento conforme seu desempenho.

#3 – Monitore com frequência a campanha de Links Patrocinados para avaliar o Retorno sobre o Investimento (ROI)

Os diversos elementos de uma campanha de Links Patrocinados podem ter desempenho muito distintos. Realoque o orçamento para as áreas que mostram o ROI mais alto. Uma alternativa, é aprofundar sua lista de palavras-chave e adicionar termos de “long tail”, ou seja, que são muito específicos. A estratégia de usar “long tail” pode gerar um ROI muito superior a termos mais amplos.

#4 – Terceirizar o serviço de links patrocinados é uma opção

Contratar uma empresa/agência especializada no assunto pode ser uma boa para o seu negócio, já que essa pode possuir mais conhecimento para te entregar resultados. Esse serviço, logicamente, é pago. Monitore seus custos gerais para que o ROI não caia com os custos da agência.

#5 – Experimentação em links patrocinados é uma obrigação

O “brainstorming” das suas palavras-chaves ajudará a encontrar novas palavras e frases que seus clientes podem usar para encontrar seus produtos. Os lances dessas palavras-chave podem ser menores frente a termos mais amplos e concorridos, o que pode melhorar seu tráfego, ROI e outros indicadores.

#6 – Com links patrocinados, a conversão é tudo. Não deixe o Google te enganar

Os motores de buscas oferecem milhares de ferramentas para aumentar o número de cliques e visitas. Porém, analisar apenas o volume de clique torna-o uma métrica de vaidade. O que importa é ter os cliques qualificados, cliques que vão gerar vendas. Invista boa parte do seu tempo em análises para determinar o que impulsiona suas conversões de links patrocinados. É necessário muita análise, atenção e avaliação humana.

#7 – As campanhas de links patrocinados devem ser divididas em grupos lógicos

O Google recompensa a relevância de seus anúncios patrocinados (“pontuação de qualidade”), dando posições mais altas com menor custo por clique. A única maneira de conseguir isso, no entanto, é garantir que o conteúdo do anúncio corresponda ao termo de pesquisa, bem como ao conteúdo da sua página de destino. Ter uma série de grupos de anúncios é a melhor maneira de aproveitar essa estratégia.

#8 – Faça testes com os textos dos anúncios

Uma simples alteração no título de anúncio pode acarretar em um desempenho de anúncio muito superior. Além disso, é importante que você que conhece teu negócio influencie diretamente na criação dos anúncios. Você sabe o que é especial sobre seu produto. Mas vale relembrar, é o número de conversões que importa, não cliques.

#9 – Crie landing pages específicas para seus grupos de anúncio

Quando uma pessoa clica em seu anúncio, ela se torna um possível cliente que está em busca de algum produto ou serviço. Uma página de destino dentro do contexto do anúncio é uma ferramenta muito eficaz para aumentar as conversões.

#10 – Tenha contratos de palavras-chave com seus afiliados

Tome cuidado! Afiliados às vezes compram suas palavras-chave para viabilizar o modelo de negócio deles. Isso fará com que você pague mais por sua venda, maior custo por clique, além de ainda ter que arcar com a taxa de afiliado. Está é uma ação sem escrúpulos que alguns afiliados praticam. Tenha contratos que impedem isso ao ter termos de colocação de palavras-chave de marca específicas.

#11 – Tenha certeza que sua análise funcione

Se sua análise não for bem feita, você não pode identificar qualquer eficácia dos links patrocinados. Invista em Business Intelligence.

 

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *