E-commerce Radar Moda: origens de pedidos

Em uma análise rápida das principais origens de pedidos, temos tráfego direto, Google Orgânico e Google Patrocinado com importâncias significativas em relação a participação de pedidos. Em taxa de conversão as principais origens são E-mail, Criteo, Referências e Google Orgânico, com mais de 1,5% de conversão.

Avaliando os aspectos bons e ruins de cada canal, pode-se avaliar e definir quais valem investir ou não para se obter bons resultados em vendas, de acordo com seu contexto. A análise disso em momentos de crise é ainda mais essencial!

No e-commerce de moda, boas fotos no vestuário são imprescindíveis para chamar atenção das pessoas. Então, para fazer sucesso nas redes sociais, na sua própria loja virtual e até mesmo em marketplaces, é preciso investir na imagem.

origens-de-pedidos

E uma das ações que influenciam positivamente ou negativamente as origens de pedidos, e  consequentemente as vendas do seu e-commerce de moda, é a estratégia utilizada.

Nem todos os segmentos do mercado devem ser tratados da mesma maneira. Não é a toa que a maioria dos negócios querem marcar presença nas redes sociais. A facilidade, baixo custo e o poder de alcance que essas plataformas possuem, são grandes atrativos para os e-commerces.

origens-de-pedidos-moda

Estudar como as origens de pedidos influenciam na participação dos dispositivos de acesso na venda é essencial para entender o comportamento do usuário. Email e Facebook são origens extremamente compatíveis com o mobile. E por isso acabam sendo excelentes opções para engajar e converter o usuário nesse tipo de acesso.

Cada vez mais o mobile vai deixar de ser uma tendência e um canal de tráfego para se tornar um canal de conversão efetiva no Brasil. Equilibrar e melhorar a conversão no mobile tem que ser uma obsessão do e-commerce nos próximos anos.

origens-de-pedidos-comentario  Lucas Souza – Sócio-Fundador da Agência e-Can

Origens de pedidos no e-commerce de moda: Panorama

Por isso, o potencial das estratégias focadas nos dispositivos móveis para o e-commerce de moda brasileiro é inegável. Como bem demonstrado acima, Email e Facebook são origens de pedidos totalmente inerentes ao mobile. Não podendo ficar de fora jamais de uma estratégia de marketing.

Além de ser essencial contar com um site responsivo ou um aplicativo eficiente, oferecer aos compradores uma experiência de pagamentos sem atritos também é primordial. Métodos de pagamentos adaptados para smartphones e tablets, como boleto responsivo ou a compra em um clique, é fundamental.

O público consumidor do e-commerce de moda tem muitas características em comum com as de qualquer outro consumidor do comércio online. Anseio pela entrega rápida e a integridade do produto, buscas e formas de pagamento acessíveis e seguras. E a análise de indicações de quem já experimentou os serviços fazem parte das exigências que esse novo comprador tem.

E além dessas preferências que estão se tornando cada vez mais evidentes. O comportamento de navegação dos consumidores de e-commerce de moda tem delineado um novo panorama muito mais específico. O que interfere nas origens de pedidos. O forte consumo de conteúdo sobre o assunto, e a necessidade de conhecer novidades do segmento já fazem parte dessa realidade.

 

Quer mais informações gratuitas sobre o e-commerce de moda brasileiro? Acesse o estudo completo clicando aqui!

Deixe seu comentário

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *