Entenda tudo sobre forma de pagamento para e-commerce

As formas de pagamento para e-commerce são muitas e podem confundir quem está querendo lançar a sua primeira loja e até quem já tem alguma experiência neste mercado.

Exatamente por isso construímos este guia. Que irá ajudá-lo a entender quais critérios devem ser utilizados ao escolher um sistema de pagamento para o seu comércio virtual. E apresentará as principais opções do mercado e acabará de vez com as suas dúvidas sobre o tema. Vamos lá?

pagamento-para-ecommerceComo escolher o sistema de pagamento do seu e-commerce?

Quando começamos uma loja online, uma das escolhas mais importantes a se fazer é como processar o pagamento para e-commerce. Afinal, sua linha de funda depende disso e seus consumidores também. Mas antes de escolher um sistema de pagamentos, você precisa entender o que pode fazer dele bom.

Critérios como segurança, usabilidade e integração precisam ser considerados com cautela. Se você está escolhendo a forma de pagamento ideal para o seu e-commerce. Observe as características a seguir:

Usabilidade

Do ponto de vista do consumidor, apenas uma questão importa: o quão fácil é utilizar o sistema de pagamento pelo qual você optou. Ou o quão boa é sua experiência do usuário? Afinal, a última coisa que você quer é que alguém tente concluir uma compra e não consiga.

Por isso, se o seu gateway de pagamento mais complica as coisas do que facilita, é hora de procurar uma outra opção. O ideal é fazer uma série de testes em seu próprio site. A fim de determinar qual pagamento para e-commerce funciona melhor para o seu consumidor.

Implemente mais de uma opção e verifique qual delas é mais utilizada por seus usuários. Ou, faça simulações para averiguar em quanto tempo dá para fechar um pedido em cada uma.

Não se esqueça de considerar, nesses testes, a usabilidade mobile. Hoje, boa parte dos consumidores navega e faz compras usando seu celular. Portanto um sistema de pagamento pouco funcional nesse ambiente pode prejudicar o desempenho do seu comércio online.

Acessibilidade

Outra coisa a se considerar é a acessibilidade da forma de pagamento para e-commerce escolhida. Você venderá apenas dentro de seu país ou ao redor de todo o mundo? Se a resposta for a segunda, é preciso escolher métodos de pagamento que serão aceitos também internacionalmente.

Sistemas como o Paypal suportam apenas alguns países. E, embora muitos deles possam utilizar o sistema, há algumas nações que ficam de fora dessa lista. Lembre-se de considerar isso no momento da decisão.

Integração

Talvez você escolha por trabalhar com plataformas de e-commerce, que simplificam bastante a vida do vendedor online. Isso é ótimo. Mas não se esqueça de considerar a integração de seus meios de pagamento com elas.

Você quer optar pelo sistema de saída que mais facilmente se comunica com o back-end de sua loja. E menos desafios oferece na sincronização. Nessa etapa, testes também serão seus grande aliados para encontrar a melhor alternativa.

Opções de pagamento

Na maioria dos casos, negócios precisam de sistemas de pagamento que processam solicitações únicas. E enviam ordens de serviço aprovadas para seus sistemas. Entretanto, há algumas situações em que a sua empresa pode precisar de fazer cobranças regulares.

Como no caso da assinatura de serviços online. Você deve considerar se o pagamento e-commerce escolhido oferece tantas opções. Quanto necessárias para suprir as suas demandas e consegue lidar com o fluxo de vendas da sua loja.

Outro ponto a se considerar são o número de bandeiras e tipos de pagamento aceitos pelo seu sistema de processamento. Há opções de parcelamento com e sem juros? Como elas funcionam? Boletos estão disponíveis?

Tudo isso deve ser pensado antes de bater o martelo e se decidir por um sistema de pagamento para e-commerce ou outro.

Opções de retirada

Nem só de depósitos vive um sistema de pagamento para e-commerce. Depois que os seus clientes fizerem a transferência de valores para o sistema escolhido. Você precisará fazer a retirada deles periodicamente. E isso também é um aspecto que deve ser considerado durante a escolha do gateway de pagamento perfeito.

Retirar dinheiro do seu sistema de pagamento deve ser um processo simples. Veja quais opções estão disponíveis para que você possa acessá-lo. E verifique se é fácil transferir fundos para o seu banco, quanto tempo demora essa transferência e que tipo de taxas estão envolvidas. Mesmo porque, você deve considerar este valor no custo do seu ticket médio.

Flexibilidade

Hoje, todo mundo fala de flexibilidade, mas poucas pessoas parecem estar aptas a entender esse conceito. O que significa quando dizemos que um sistema de pagamento é flexível? A resposta costuma ser “ele se adapta às necessidades do meu negócio”.

Um gateway realmente flexível conversa com a linguagem de programação do seu site. Atende as necessidades dele em termos de localização e opções de pagamento para e-commerce permite que você crie fluxos de trabalho mais precisos.

Para as suas demandas e trabalha em cooperação total com o seu negócio. Mas como garantir que este é o caso na solução de pagamento que você está considerando? Tudo depende de sua API.

Uma API (Application program interface, série de rotinas, protocolos e recursos instrumentais. Para construir uma aplicação de software e entender como essa aplicação interage com as demais) robusta é o ponto alto de qualquer sistema de pagamento.

Grandes APIs estão geralmente disponíveis no website dos parceiros para consulta. Porque são algo de que eles se orgulham, e podem ser conferidas e testadas com antecedência.

Segurança

Por último, o aspecto mais importante de qualquer sistema de pagamento para e-commerce é a sua segurança. Podemos dizer que a proteção das informações de seu negócio e de seu consumidor são a tarefa mais importante que um gateway de pagamento desempenhará.

E, por esse motivo, é importante perguntar ao seu fornecedor que tipo de solução de criptografia ele oferece, além de certificações de segurança e verificações adicionais.

Tecnologias de token podem prover segurança adicional e se o seu provedor de pagamentos puder supri-las é sempre uma boa ideia optar por essa alternativa. Outra questão importante é verificar a política anti-fraude do parceiro. Entender como ela funciona e quais opções estão disponíveis para a devolução dos valores.

pagamento-para-ecommerce-internet

O que uma plataforma de e-commerce precisa ter?

Uma das tendências para e-commerce são as plataformas. Sobre as quais já falamos um pouco aqui no blog. Elas simplificam as coisas para o vendedor e permitem que ele consiga fazer mais com menos. Plataformas de e-commerce são recursos completos. Que resolvem de ponta a ponta como o seu negócio vai funcionar. E por isso devem atender a uma série de critérios.

A seguir você conhece cada um deles melhor. E entende o que uma plataforma de e-commerce precisa ter para que ela funcione bem com as formas de pagamento para e-commerce que você escolherá.

Por que usar uma plataforma e-commerce?

Não importa se você tem um negócio já estabelecido e quer expandi-lo para a internet. Ou deseja começar do zero, uma plataforma sempre pode ser uma boa ideia. Afinal, construir um site de e-commerce do zero está fora de cogitação para a maioria dos negócios. Trata-se de um procedimento oneroso e que consome muito tempo. O que só é justificável para grandes companhias.

Escolher uma plataforma tem um impacto e tanto na lucratividade e estabilidade do seu negócio. E, quer você opte por hospedar a sua. Contratar um software como serviço ou terceirizar completamente sua implementação. Uma plataforma vai poupar muito tempo e dinheiro.

Quais são os benefícios de uma plataforma?

O principal benefício de uma plataforma e-commerce é a escalabilidade. Que custa muito caro para ser imitada em um site construído do zero. A proteção e segurança conquistada para os seus dados também é outra vantagem. Que faz das plataformas uma boa ideia. Recursos para implementar merchandising, promoção, SEO. E personalizações são outros pontos altos de se optar por um serviço dessa natureza.

O que buscar em uma plataforma?

Todo negócio tem necessidades únicas e escolher a solução certa depende da plataforma escolhida. E de sua capacidade de resolver os desafios do dia a dia, inerentes a sua organização. Todavia, há uma porção de coisas que toda plataforma de e-commerce precisa conseguir fazer. E é sobre isso que falaremos agora.

Integração com social media

Toda boa plataforma de e-commerce precisa se integrar com facilidade com as mídias sociais utilizadas pelo seu negócio. Facebook, Twitter, Pinterest… todas elas tem APIs e plugins que precisam conversar bem com a plataforma escolhida. Caso contrário, você terá dificuldades de divulgar a sua loja para um crescente público.

Número ilimitado de produtos

Outra questão importante a se procurar em uma plataforma de e-commerce é que ela não limite o número de produtos que você pode vender em sua loja. Talvez você não queira encher seu e-commerce com milhares de opções. Mas é sempre necessário poder contar com a possibilidade de crescer dentro dos limites de sua plataforma.

pagamento-para-ecommerce-cartao

Integração

Um dos critérios mais importantes a se considerar na hora de escolher uma plataforma de e-commerce é sua integração com outros serviços que você já utiliza. ERP, CRM, CMS e sistemas de pagamento são alguns deles. Não adianta ter uma plataforma perfeita, cheia dos recursos que você sempre sonhou. Mas que não se integra ao sistema de pagamento escolhido por você.

Nem todas as plataformas são compatíveis com todos os meios de pagamento para e-commerce. Por isso, é importante garantir que o gateway de pagamento escolhido é compatível com a sua plataforma favorita. Seja nativamente ou via um plugin. Se não, você poderá sempre pedir alguém para desenvolver uma solução exclusiva para você, mas há de se considerar os custos.

Suporte

Boas plataformas de e-commerce têm suporte dedicado. Através de fóruns, aplicativos de mensagens, chatbots, telefones e e-mail. Você trabalhará com essas ferramentas todos os dias. E dúvidas certamente surgirão pelo caminho, não importa o quão intuitiva a sua plataforma seja.

Por isso, um bom suporte deve ser prioritário em sua escolha. E precisa estar do seu lado na hora de implementar coisas complexas, como um sistema de pagamento.

Segurança

Outro ponto relevante na escolha de uma plataforma e-commerce é a segurança. PCI compliance e certificados SSL são dois pontos importantes. Com os quais você deve se familiarizar. A segurança da sua loja e do seu consumidor, afinal, dependem disso.

As grandes plataformas de e-commerce do mercado oferecem recursos adicionais de segurança que você sequer imaginou. Como proteção de fraude e monitoração de ataques DDoS. Quer você queira ou não estes recursos ativos em seu site, é importante saber que eles estão disponíveis. E podem ser úteis no futuro, conforme sua loja cresce e se torna mais popular.

Usabilidade

Por último, a plataforma de e-commerce ideal precisa ser, antes de tudo, fácil de utilizar. O seu propósito é vender o máximo de produtos possíveis. E não passar um monte de horas aprendendo a lidar com um novo software. Por isso, não seja atraído apenas por páginas bonitas e preços competitivos.

Experiência de usuário, facilidade de cadastrar produtos, alterar suas imagens, adicionar descrições, otimizá-las para SEO e outros critérios práticos são tão importantes quanto um layout bonito. Lembre-se sempre que o Google procura e-commerces que sejam ricos em palavras-chave.

E conteúdo que ajuda seus clientes a encontrar o que procuram. Por isso, você deve priorizar uma boa usabilidade e uma plataforma que lhe permita exercer completo controle sobre seus produtos.

Quais são as opções de mercado?

O seu custo de aquisição de clientes, ou CAC, é muito alto para que você desperdice a oportunidade de fazer uma venda. Porque o seu sistema de pagamentos não funciona como esperado. Por isso, apresentamos aqui algumas das melhores opções do mercado. Quando o assunto são gateways de pagamento e mostramos os benefícios de cada uma delas.

PagSeguro

O PagSeguro é um dos gateways de pagamento mais populares do Brasil. Graças à quem está por trás de sua marca, o UOL. A gigante da internet confere credibilidade ao sistema de pagamentos. Que possui um dos maiores números de integrações possíveis e até mesmo sua própria maquininha para aceitar pagamentos com cartões de crédito e débito.

O PagSeguro tem um dos melhores sistemas anti-fraude do mercado. Que pode ser amplamente divulgado em seu site para que o cliente não desista de fazer a compra por medo de ter seu cartão clonado, por exemplo. Com seu checkout transparente, é possível não sair do ambiente do seu próprio site. Para realizar o pagamento, o que é um diferencial e tanto.

O PagSeguro ainda parcela pagamentos em até 12 vezes, na maioria das bandeiras de cartões de crédito e, em algumas delas, aceita a divisão em até 18 parcelas. O recebimento acontece 30 dias depois, nos pagamentos a crédito. Enquanto nos pagamentos por débito o dinheiro fica disponível em um dia útil.

Sem mensalidade e sem taxa de adesão, o PagSeguro oferece recuperação de pagamento. Para que você não perca vendas e ainda tem parcerias com os Correios, como a Envio Fácil. Que aumenta os seus lucros e oferece lucros especiais no frete. Há ainda soluções de pagamento por e-mail, pagamentos recorrentes, assinaturas e venda por aplicativos.

Iugu

Iugu é uma das plataformas mais modernas para o gerenciamento de pagamento para e-commerce. Ele conta com o recurso marketplace como diferencial. E tem uma das menores taxas do mercado, apresentando também uma documentação técnica e API completas e fáceis de utilizar.

Iugu tem ferramentas para automatizar cobranças pontuais e recorrentes, checkout transparente. Compras com um clique, agendamento de faturas e parcelamento em até 12x com upgrade e downgrade de plano facilitado.

PayPal

O Paypal é um dos pioneiros quando o assunto é gateway de pagamento online. E por isso ele oferece um dos melhores serviços possíveis na área. Aceitando diversas bandeiras de cartões, para que seu cliente realize pagamento. O Paypal oferece também recursos similares aos do PagSeguro como o de pagamentos recorrentes e assinaturas. Comprar por aplicativos também é uma realidade com o e-wallet.

Enquanto as vendas podem ser parceladas em até 12 vezes, todos os pagamentos são disponibilizados para o vendedor em no máximo 24 horas. Uma grande vantagem para comerciantes. Você pode vender como pessoa física ou pessoa jurídica. E aceitar pagamentos por e-mail, mesmo sem ter um website.

Para o cliente, a segurança é máxima. Dá para comprar sem compartilhar suas informações financeiras com todos os sites da internet. Apenas com o Paypal, criando uma conta grátis, suas informações bancárias ficam protegidas pela plataforma. Que completa todas as transações sozinha.

Por meio do recurso One Touch, pagar suas compras é ainda mais simples. Comprar com um clique foi uma invenção do Paypal. E sem digitar os dados do cartão, é possível adquirir produtos em milhares de lojas pela internet. O site ainda oferece parcerias com inúmeros serviços. E é possível obter descontos de pelo menos 5% ao comprar com a ferramenta.

MoIP

O MoIP é um dos mais populares gateways de pagamento do Brasil. E um dos mais completos. Ele tem integração simples e também conta com checkout transparente. Não havendo a necessidade do comprador sair do seu website para finalizar uma transação.

O MoIP conta com ferramentas exclusivas e tem todos os meios de pagamento, sem a cobrança de uma mensalidade. Crédito, débito e boleto funcionam em uma única integração. Que protege automaticamente contra fraudes e simplifica a gerência de transações.

Aplicativos, máquina de cartão e seu próprio marketplace são outros diferenciais da ferramenta.

pagamento-para-ecommerce-loja

Qual a diferença entre gateway de pagamento e processador de pagamento?

Gateways de pagamento e processadores de pagamento são dois elementos-chave para qualquer e-commerce. Como dono de negócio, você provavelmente já ouviu falar nestes termos. Embora talvez não saiba exatamente qual diferença reside entre eles. Estamos aqui para ajudá-lo.

Há, no processo de pagamento online, quatro partes envolvidas em todas as transações que envolvem cartões de crédito ou boletos bancários:

  1. O vendedor
  2. O consumidor
  3. O banco que processa os pagamentos
  4. O banco que emite os pagamentos

O papel do processador de pagamentos e dos gateways de pagamento para e-commerce nessa equação difere. Ainda que ambos sejam componentes vitais de aceitar-se um pagamento online.

O que é um processador de pagamento?

Um processador de pagamento é o que a sua empresa precisa para efetuar cobranças online. É ele que executa a transação, transmitindo os dados entre você, o vendedor, o banco que emitiu o cartão do seu cliente. E o banco que é responsável pela transação.

Um processador de pagamento, usualmente, também pode emitir máquinas de cartões de crédito. E outros tipos de ferramentas utilizadas para aceitar esses pagamentos. Pense, por exemplo, no Mercado Pago.

O que é um gateway de pagamento?

Um gateway de pagamento, por outro lado, é o que autoriza em segurança o pagamento para e-commerce. Você deve pensar nele como um terminal de vendas online para o seu negócio. Quando você se cadastra e adquire uma conta de vendedor. O processador de pagamento pode ou não oferecer a você um gateway.

Como o nosso exemplo supracitado, o Mercado Pago, é ambos um processador e um gateway de pagamento. Ele pode ser utilizado por comerciantes em ambas as situações. Se você não quiser adquirir uma máquina para coletar os pagamentos dos seus clientes em sua loja física por exemplo. Basta ter uma conexão com a internet e fazer isso através de sua interface virtual, ou seja, pelo gateway.

Preciso de um processador ou de um gateway de pagamento?

O uso mais comum de um gateway é em lojas online. Por isso, se você não tivesse um e-commerce, talvez precisasse apenas de um processador de pagamento, e uma conta básica como vendedor. Entretanto, como estamos falando de lojas online, você sempre precisará de ambos.

Um processador e um gateway de pagamento, funcionando integralmente a favor do seu negócio. O melhor que se tem a fazer é adquirir ambos do mesmo fornecedor. Assim você tem a garantia de sua compatibilidade e não precisa passar por problemas técnicos complicados.

Escolher um sistema de pagamento, entender o que uma plataforma online precisa para funcionar. E conhecer melhor as opções do mercado eram os objetivos deste artigo. Esperamos que você tenha conseguido, ao longo de suas linhas, resolver suas principais questões. E sinta-se agora mais seguro para escolher um sistema de pagamento e-commerce ideal.

Agora que você já tirou as suas principais dúvidas sobre formas de pagamento para e-commerce viu que a Atlas tem muitas dicas que podem ajudá-lo. Aproveite então para assinar a nossa newsletter e receba cada uma delas em seu e-mail!

Deixe seu comentário

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *