Confira o guia prático de SEO para e-commerce

As vendas online vêm crescendo bastante. Cada vez mais as empresas investem em técnicas e estratégias para solidificar seus sites e promover seus produtos. Um objetivo de todo empreendedor é colocar a sua página nas primeiras posições da busca orgânica — a não paga. Para isso, é necessário entender e aplicar o SEO para e-commerce.

SEO para e-commerce

Se você também tem esse objetivo e quer descobrir como utilizar o SEO de forma eficiente, confira o guia que montamos especialmente para você.

O que é SEO

SEO — Search Engine Optimization — significa Otimização para Mecanismos de Busca. Consiste em um conjunto de técnicas que vão melhorar a encontrabilidade das suas páginas pelos mecanismos de busca.

Muitos empreendedores acreditam que investir em links patrocinados para promover seus sites é a melhor opção. Isso não é totalmente verdade. Quando se paga por um anúncio, a resposta dessa ação é mais rápida, porém, você deve manter esse investimento.

Já quando se investe na busca orgânica, os resultados são mais lentos, porém, mais duradouros. Isso porque uma página que estiver bem posicionada tem bons atrativos para o público-alvo.

A importância do SEO para e-commerce

Quando você faz uma pesquisa no Google, por exemplo, as primeiras posições são os anúncios pagos. Logo após vem os resultados da busca orgânica. Estar nessas primeiras posições vai incrementar o tráfego no seu site e aumentar a possibilidade de vendas.

Então, entender e aplicar as técnicas de SEO está diretamente ligado ao seu aumento de vendas e, por consequência, à lucratividade do seu negócio.

Por se tratar de uma estratégia sem investimento financeiro necessário, o SEO é muito interessante para qualquer tipo de empresa.

As vantagens que o SEO representa

Com as explicações do que é e a importância do SEO para e-commerce, você já deve ter pensando em algumas vantagens, não é mesmo? Pois vamos listá-las agora:

  • atrai mais tráfego para o seu site, sem investimento em mídia;
  • maior credibilidade;
  • atrai mais leads qualificados;
  • aumenta a taxa de conversão;
  • melhores vendas, maior lucro.

Como implantar o SEO no meu e-commerce

Agora, vamos mostrar o passo a passo para que você consiga aplicar as técnicas de SEO para e-commerce, conquistando todas as vantagens listadas.

1. Palavras-chave

Palavras-chave são os códigos que os consumidores utilizam para buscar um determinado produto em um site de buscas. Então, o primeiro passo para trabalhar com SEO é pesquisar as melhores palavras-chave do seu mercado.

A ferramenta indicada para essa pesquisa é o Keyword Planner, do Google. Ela mostra quais são as palavras-chave mais utilizadas e o nível de concorrência de cada uma.

Uma palavra-chave curta — head tail — representa grande busca com alta concorrência. Já as palavras-chave mais longas — long tail — representam baixa busca, mas com pouca concorrência. O indicado é mesclar os dois tipos.

Imagine que você fabrica e fornece matéria-prima para impressoras 3D. Porém, ao utilizar o Keyword Planner, você viu que os consumidores buscam esse produto como “filamento para impressora 3D”. Assim, é mais indicado utilizar esse código no seu e-commerce.

2. Título da sua página

Depois de pesquisar e descobrir a melhor palavra-chave, é hora de colocá-la em seu site, e um local indicado é no título da página.

Esse é um bom fator de ranqueamento que o Google utiliza. Lembre-se do limite de texto que o Google permite — só exibe 63 caracteres.

3. Heading tags

Heading tags são os intertítulos que você deve utilizar nos conteúdos e descrição dos produtos. Criar e divulgar conteúdos em seu site, alocando-os em um blog, é uma estratégia extremamente interessante para aumentar a credibilidade da marca e buscar as melhores posições na busca orgânica.

O desenvolvimento desses conteúdos deve ser feito em intertítulos, dividindo o texto para deixá-lo mais atrativo, com melhor escaneabilidade e facilidade de leitura. Quando se colocam as palavras-chave nas heading tags, o Google reconhece e aumenta a credibilidade da página.

4. Meta descrição

A meta descrição é o texto que acompanha o título na página de busca. Ele é muito importante, pois traz um resumo do que a página apresenta, motivando o potencial cliente a abrir o link.

O Google mostra até 160 caracteres na meta descrição e, novamente, você deve inserir a palavra-chave nesse espaço.

5. Descrição dos produtos

Cada vez mais as empresas estão investindo na descrição dos produtos, criando um verdadeiro conteúdo que mostre, em detalhes, a utilização daquele item.

Você pode mostrar os diferencias dos seus itens, por que utilizá-los, quais problemas eles são capazes de resolver e as melhores práticas. Com isso, os consumidores estarão mais confiantes para realizar a compra.

As ferramentas de busca qualificam as descrições e, se a palavra-chave estiver presente, ela pode ser muito significativa para que sua página apareça nas primeiras posições.

6. Links internos

Outra pontuação que o Google faz é quanto aos links internos. Você pode construir uma espécie de roteiro dentro do seu site, criando um caminho lógico a que seus clientes devem seguir. Isso vai ajudar não só a aparecer nas primeiras posições da busca, mas para qualificar seus leads e aumentar a taxa de conversão.

Nos conteúdos, procure fazer uso dos links para outros artigos, inclusive na CTA — Call To Action. Você também pode utilizá-los na descrição dos produtos, chamando um conteúdo relevante ao assunto.

Principais erros de SEO

Para colocar seu site nas primeiras posições da busca orgânica, alguns erros não podem ser cometidos. Vamos apresentá-los a seguir.

1. Escolha da plataforma errada

A plataforma que seu site será hospedado é fundamental para o sucesso da aplicação de SEO para e-commerce. Escolher uma plataforma que não dê condições de alteração, com dificuldades de gerenciamento e manutenção, vai lhe dar muita dor de cabeça e fazer com que você perca oportunidades.

2. Conteúdo copiado

Nunca copie um conteúdo de outra fonte. Essa prática é punida pelo Google e sua marca pode perder credibilidade com os consumidores.

Crie sempre conteúdos originais, que sejam relevantes para seu público.

3. Links quebrados

Verifique se todos os links colocados no texto estão direcionando para as páginas certas.

É comum que você retire algumas páginas e conteúdos do site. Portanto, verifique se você utilizou esses destinos em links e atualize seu material.

Vimos que entender e aplicar as técnicas de SEO para e-commerce é um trabalho contínuo, que não deve ser interrompido. Os resultados não aparecerão de imediato, é preciso ter essa consciência.

Porém, essa estratégia possibilita consolidar o seu negócio. Estude cada ponto que destacamos e aplique em seu e-commerce. Assim, você conseguirá aumentar as vendas e a lucratividade, criando uma marca referência no mercado.

Agora que você já conhece o universo de SEO para e-commerce, confira nosso artigo sobre o impacto da análise preditiva no e-commerce.

Deixe seu comentário

Equipe Atlas

Democratizando a Business Intelligence com Atlas.

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. 2 de junho de 2017

    […] SEO (Search Engine Optimization) […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *