E-commerce radar 2017: veja o perfil dos consumidores brasileiros

O perfil dos consumidores de e-commerce passa por mudanças perceptíveis. A evolução tecnológica tem influenciado o comportamento dos usuários na internet. Com o e-commerce, o consumidor tem mais poder. Pode comprar de casa, não enfrenta fila, evitando problemas que consequentemente ele teria se fosse à uma loja física.

As redes sociais servem como uma alavanca para esse novo perfil dos consumidores. Cada vez mais com a facilidade e conforto que a internet proporciona, as pessoas tem feito as suas compras através das suas redes sociais.

Nota-se que esse perfil dos consumidores está em crescente no país.  Segundo dados da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico, aproximadamente 62% dos compradores online recebem e buscam suas indicações pelas redes sociais. Na média do ano, São Paulo representou a cidade que mais teve pedidos pela internet liderando o ranking.

Conforme as novas formas de compra foram crescendo, as mudanças de hábito dos consumidores foi se transformando. Os clientes que estão acostumados a realizarem as suas compras online já estão em um estágio maduro.

Para esses clientes, o preço já não é o requisito principal da compra. Essas pessoas entram para o perfil de consumidores que valorizam a qualidade e a importância do produto. O preço que será pago por ele se torna secundário mediante à sua valoração pessoal.

Quando analisamos o perfil dos consumidores online através da faixa etária, nota-se que 88% dos consumidores da categoria de Games tem entre 18 e 34 anos. Sendo eles, 83% do gênero masculino. E demonstrou-se alta representatividade também na categoria de Moda e Acessórios.

Os gêneros dos consumidores também sofrem influência direta no perfil dos consumidores de e-commerce. Confira agora o estudo mais detalhado que preparamos e entenda melhor a transformação do e-commerce brasileiro.

Perfil dos consumidores de e-commerce

Na média do ano, São Paulo representou 41,6% dos pedidos, liderando o ranking de perfil dos consumidores. Não houve grandes variações da representação dos estados durante os 6 primeiros meses de 2017. Os resultados foram bem lineares.

A participação dos gêneros no e-commerce, que em 2016 teve liderança feminina, demonstrou maior equilíbrio em 2017 entre o perfil dos consumidores. Entretanto, a participação das mulheres continua levemente maior que a dos homens. Com 50,1%,  a faixa etária com maior representação das transações online continua a de 25 a 34 anos, com 38% do total.

perfil-dos-consumidores
O comércio online continua ainda muito concentrado no público mais jovem, situado nas regiões Sul e Sudeste, espelhando a penetração de internet e tecnologia, como um todo, que é muito mais forte nesses segmentos.
perfil-dos-consumidores-comentario

Participação dos Gêneros por Categoria

As categorias com clara predominância feminina são Alimentos e Bebidas, Bebês e crianças.    Beleza, Brinquedos, Calçados e Acessórios, Cama, Casa, Farmácia, Floricultura, Livraria, Magazine, Material escolar, Materiais Artísticos, Moda e Acessórios, Moda Íntima, Ótica e Acessórios e Pet Shop.

perfil-dos-consumidores-comentario-alimentosperfil-dos-consumidores-comentario-bebesperfil-dos-consumidores-comentario-beleza

Enquanto o gênero masculino tem predominância nas categorias Acessórios Automotivos. Ferramentas, Games, Tabacaria, Materiais para construção, Saúde e Bem-Estar.  E, principalmente Eletroeletrônicos, que tem um peso relevante nas vendas gerais e, por isso, equaliza a balança dos gêneros. O público masculino representa mais de 60% das vendas em apenas 4 categorias contra 17 categorias com público majoritariamente feminino.
perfil-dos-consumidores-comentario-acessoriosperfil-dos-consumidores-comentario-ferramentasperfil-dos-consumidores-comentario-games
71% das categorias estudadas tem predominância feminina nas transações. Esse dado é interessante pois os gerentes de e-commerce costumam se balizar pelo resultado geral de participação de vendas e distribuição nacional. Quando a proporção em determinadas categorias são muito distintas, alterando por completo os focos de investimentos.
perfil-dos-consumidores-comentario-genero

Participação das Faixas Etárias por categoria

Naturalmente, 88% dos consumidores da categoria de Games tem entre 18 e 34 anos, sendo 83% do gênero masculino. Demonstrou-se alta representação também na categoria Moda e Acessórios.

Essa mesma faixa etária na análise de perfil dos consumidores tem pouca representatividade em Cama, Casa, Ferramentas e Pet Shop. De forma geral, a faixa de 25 a 34 anos representa a maior parcela de consumidores, com exceção das lojas das categorias de Ferramentas e Tabacaria, que são acessadas majoritariamente pela faixa de 35 a 44 anos. O público com mais de 45 anos consome mais produtos relacionados Cama, Casa, Farmácia, Ferramentas e Pet Shop.

perfil-dos-consumidores-comentario-camaperfil-dos-consumidores-comentario-casaperfil-dos-consumidores-comentario-farmacia
“Acompanhar tendências comportamentais é crucial para tomar decisões certeiras em prol dos produtos.  E serviços ofertados. É notória a representatividade do público de 18 a 34 anos em quase todas as categorias, sem exceção. Acompanhar o consumidor digital e a evolução de seu perfil é um desafio e precisa ser explorado
com profundidade.”
perfil-dos-consumidores-comentario-faixa

 Entender os fatores que influenciam o perfil e comportamento dos consumidores é fundamental para saber qual o rumo que esse mercado irá tomar e como reagir a tais mudanças.

A tendência é que esse perfil atual de consumidores online se transforme ainda mais, devido ao avanço e as mudanças que a tecnologia oferece. Isso vai interferir nas formas de compra, vendas e comunicação.

Gostou desse post e quer saber ainda mais informações sobre o e-commerce brasileiro?

Acesse o estudo completo clicando aqui 

Deixe seu comentário

Você pode gostar...

4 Resultados

  1. 16 de agosto de 2017

    […] um conteúdo relevante é primordial para que esse novo usuário de e-commerce seja impactado pelo sua site/marca. Só no primeiro semestre de 2017, a taxa média de retorno dos […]

  2. 17 de agosto de 2017

    […] o abandono de carrinho é uma delas. A evolução da tecnologia tem influenciado o comportamento do consumidor de e-commerce e com isso, as suas escolhas passam também por […]

  3. 21 de agosto de 2017

    […] o foco das vendas no e-commerce voltados cada vez mais para a experiência do cliente. As formas de pagamento que as lojas online disponibilizam também estão […]

  4. 21 de agosto de 2017

    […] Mesmo em cenário de crise, o mercado cresce e se desenvolve.  Graças à percepção do consumidor de que comprar online é mais barato, mais cômodo e tem mais variedade […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *