Taxa de conversão no e-commerce – O que é?

O sucesso de um e-commerce se baseia exatamente em um único ponto, quantos compradores passivos minha loja online conseguiu transformar em clientes pagantes? Essa métrica tem um nome, se chama taxa de conversão e é a mãe de todas as outras métricas.

Este será um post totalmente dedicado a essa importante métrica, será enriquecido frequentemente com o máximo de conteúdo sobre essa e outras métricas adjacentes.

Se você é novo no mundo de e-commerce,  confira as noções básicas de taxa de conversão que estão logo abaixo.

Agora, se você é um usuário experiente, se já conhece bem o conceito, pode pular para a parte em que compartilhamos o estudo com a taxa de conversão média por categoria.

Primeira questão: O que é a conversão no e-commerce?

Basicamente, taxa de conversão é a porcentagem de usuários que realizam a ação desejada.

No ambiente do comércio eletrônico, qual é a ação mais desejada por todos lojistas? A compra efetivada, claro.

A taxa de conversão é uma forma de entender a efetividade das suas ações de marketing para converter visitantes.

Por exemplo, se seu site recebeu mil visitas no mês passado e obteve dez pedidos, sua taxa de conversão seria de 1%.

taxa de conversão

Descobrir a taxa de conversão como podemos ver é fácil.
Encontrar os caminhos para aumentar as conversões é outra história.

Números da taxa de conversão no e-commerce

O que realmente afeta a taxa de conversão?

Há infinitos fatores que podem afetar, desde o design da loja online (usabilidade) até o valor do frete.

Porém, a variável que mais afeta é a confiança.

Vamos ser realistas, quem aqui não deixou de comprar algum produto em e-commerce por medo da confiabilidade do site?

Acredito que pelo menos uma vez na vida, alguém já tenha passado por essa experiência. O cliente quando não consegue ver, tocar e experimentar o produto antes de passar os dados bancários, na maioria das vezes acaba fazendo pesquisas para garantir que não tenham nenhuma surpresa depois da compra.

Para os varejistas online, a incapacidade de os clientes tocarem o produto é a barreira mais difícil de vender para aumentar de forma impactante a taxa de conversão.

Logo, a melhor maneira para aumentar a conversão é fazer tudo, tudo mesmo, para melhorar a confiança da pessoa que compra na sua loja online.

Taxa de Conversão por categoria do e-commerce

Agora, nós sabemos o que pode influenciar a taxa  de conversão. Porém, existe outra questão que deve ser observada: em qual segmento/categoria sua loja online está posicionada. Isso é importante

A imagem abaixo mostra a taxa de conversão média das principais categorias de e-commerce brasileiro:

taxa de conversão por categoria

 

Esses dados fazem parte do E-commerce Radar, um estudo mensal desenvolvido pelo Atlas com os principais indicadores do e-commerce brasileiro.

Leia o E-commerce Radar: Taxar de Conversão.

A metodologia para o estudo envolve principalmente a agregação dos dados de vendas de mais de 700 lojas online conectadas ao Atlas, nossa ferramenta de inteligência para e-commerce. A base para o estudo contempla dados de lojas de todos os portes e com a representatividade necessária para garantir alto nível de confiança das informações.

Vale salientar que essa é uma média de mercado, é bom tomar como base. Porém, tudo que é medido pode ser melhorado.

As conversões mobile estão aumentando

Hoje o mundo é obcecado por tecnologia! São crianças, idosos, adolescentes, não existe nenhum perfil de público que não possua smartphone.

Você sabia que é possível através do Google Analytics analisar qual é o aparelho que seu cliente usa ao visitar seu site?

Provavelmente se você comparar a linha de visitantes vindos de mobile x desktop, vai ver que a primeira aumenta e a segunda diminui.

Por que isso acontece?

A resposta é meio óbvia, ficamos basicamente o dia inteiro com o celular grudado em nossos bolsos. Logo, essa é a maior dificuldade dos varejistas online. Transformar o visitantes de mobile em conversões reais.

Infelizmente, a maioria das pessoas que compra no e-commerce ainda preferem fazê-lo através de dispositivos tradicionais (notebook e desktops). Mas a tendência é isso mudar.

Conclusões

Logo, essa é a realidade do comércio eletrônico brasileiro.

Os varejistas online estão sempre procurando novos caminhos para aumentar a taxa de conversão.

Hoje essa taxa é muito maior do que 5 anos atrás, devido o crescimento do uso de novas tecnologias.

Vimos que existe diversas maneiras de você aumentar as conversões mas o principal é gerar confiança para o usuário. Qualquer insegurança pode gerar desconforto, tornando ruim a experiência do usuário e, por consequência, gerar perda de vendas.

E a sua taxa de conversão? Está acima ou abaixo da média da sua categoria? Comente!

Deixe seu comentário

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. 11 de agosto de 2017

    […] Paulo liderar em volume de pedidos e de acessos às lojas virtuais, está em 6º na análise de taxa de conversão com a média de 1,3% no semestre. Sul é a região com a melhor taxa de conversão média, de […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *